quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Doping no F.C.Porto, O Caso "Semedo e Emerson"


Recuamos cerca de 15/16 anos no tempo`até à temporada de 94/95 , e vamos até ao estádio das Antas onde proliferava naquele tempo como nos tempos que correm um autêntico laboratório de receitas obscuras, que procuravam aumentar a capacidade física de um atleta de alta competição até aos obscuros esquemas de troca de urina de juniores/juvenis vulgarmente escondidas em gabardines que visavam sobretudo cobrir um jogador até aos pés que continham o maravilhoso líquido que seria entregue para o controle anti-doping e que limparia o jogador escolhido. As arti-manhas eram conhecidas nas esferas da alta competição e médicos do laboratório de anti-dopagem limitavam-se a assobiar para o lado e a fazer de conta que nada viam.

O caso que recordamos é antigo tem cerca de 16 anos e leva-nos a falar de um jogador que deu tudo à causa do FC Porto, António Orlando Vinha Rocha Semedo, tinha à data cerca de 30 anos de idade quando foi um dos escolhidos juntamente com Emerson Moisés Costa para o dito controle anti-doping a táctica utilizada estava mais que gasta e caia em descrédito pelo que a solução encontrada foi trocar a urina dos 2 atletas, até porque Emerson recentemente contratado ao Belenenses e num excelente momento de forma e que poderia render ao clube alguns milhões não poderia de forma alguma ser suspenso, perdendo assim o FC Porto o seu melhor homem do meio-campo e perdendo milhões com uma eventual suspensão do atleta.
Resultado de toda a situação, as culpas recaíram sobre Semedo que acusou positivo no teste de doping sendo assim suspenso pelo período de 1 ano de jogar.
Nada anormal em toda esta situação afinal Semedo era já um jogador em final de carreira e com uma lesão gravíssima que o levaria a estar parado por um longo tempo,  o elevado prémio financeiro que posteriormente viria a receber para arcar com as culpas assim jogadores e clube teriam assim a sua recompensa. Afinal de contas o plano era perfeito pois Semedo estava a contas com uma lesão gravíssima.
Semedo saiu posteriormente para o Salgueiros clube que representou ainda durante 3 anos e Emerson transferiu-se para o Middlesbrough a troco de alguns milhões de Euros, na 1ª época foi o titular da equipa, mas aos poucos a amarelinha foi-se esfumando e aquele que parecia um jogador de topo começou a transformar-se num jogador banal, tendo no ano seguinte sido transferido para o humilde Tenerife de Espanha onde ficou por 3 épocas, indo depois parar ao Deportivo onde jogou durante 2 anos indo depois para o At. de Madrid de onde foi dispensado no ano seguinte com guia de marcha para o Rangers onde fez apenas 2 jogos para a meio do ano seguir para o Vasco da Gama onde não fez um único jogo, acabou posteriormente por acabar a carreira no modesto Madureira do Rio de Janeiro, cidade que o viu nascer.

Assim, de autênticos pés de chumbo e jogadores banais se fabricam jogadores bomba, que assim que saem do FC Porto para outros clubes se transformam em jogadores banais e sem qualidade...
O crime vai continuando a compensar para aqueles lados já que nem UEFA nem Lab. Anti-dopagem nacional nada querem com aquela gente que têm como cientista o já conhecido e famoso Dr. Póvoas e a sua amarelinha e que conseguiu colocar no seio do control de anti-dopagem da UEFA um tal de Domingos Gomes que durante anos a fio foi o responsável pelo laboratório de amarelinha das Antas.

Fonte:
Jornalista Anónimo

4 comentários:

Manuel disse...

Muito bem. A História do futebol português não se pode apagar, como eles fazem com a sua própria.

Estes testemunhos são muitíssimo importantes, e desde já deixo aqui o meu agradecimento pessoal ao Avante P´lo Benfica, pois necessitamos de saber tudo aquilo que se passou nos últimos 25 anos com as famosas vitórias a todo o custo por parte do clube corrupto.

Todos os mafiosos têm de ser desmascarados, e faço aqui um apelo a toda a gente que tenha conhecimento de factos, vividos pessoalmente ou não, que os denuncie nos blogues benfiquistas.

Muito obrigado pela informação.

kapotes disse...

Amigo Manuel,

Este é um dos casos que foi claramente sonegado pela comunicação social, que pouco ou nenhum caso fizeram, aliás em relação ao clubem em questão a cm em geral faz questão de não falar dos casos mais obescuros.

Um enorme abraço

Viriato de Viseu disse...

Aquilo era sempre em frente....sempre em frente....

Joseph Lemos disse...

Acabo de "descobrir" este blog e este extraordinário "post" bem ao jeito da filosofia do meu cantinho.

E por assim ser e sem pedir licença, vou de imediato publicá-lo e ao mesmo tempo agregar o Avante (sem ser o outro)no quadro de preferências.

Saudações!