sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

O mito do apoio de Salazar ao Benfica

O mito do apoio de Salazar, Presidente do Conselho de Ministros, ao Benfica tem sido retratado de muitas formas. Uma delas, descreve que o Benfica não vendeu o Eusébio para o Inter de Milão em 1966, pois Salazar vetou a transferência…

Após o Mundial de Futebol de 1966, as atenções do mundo viraram-se para Eusébio, e o Inter de Milão abordou o Benfica para a compra do futebolista. Contudo, nesse mesmo ano, a Federação Italiana de Futebol (FIGC) proibiu a entrada de jogadores estrangeiros, como forma de corrigir o péssimo desempenho da Squadra Azzurra no torneio. Embora com o desejo de realizar algum lucro, o Benfica viu a transferência abortada, não por um Presidente do Conselho interessado em que um dos maiores tesouros nacionais não saísse do país, mas sim por uma lei que esteve em vigor no futebol italiano até 1980, sendo que doís anos depois a selecção italiana voltava ao título mundial…

Diversos episódio retratam que, na verdade, o Benfica não só não era apoiado por Salazar, mas que até chegava a ser penalizado. O hino original do Benfica, intitulado “ Avante, Avante P'lo Benfica " e escrito por Félix Bermudes, foi censurado pelo Governo por ser visto como uma afronta. Entre os presidentes, contam-se diversos opositores anti-fascistas, como Tamagnini Barbosa ou Manuel Conceição Afonso, bem como a regular realização de assembleias gerais, e eleições livres para os cargos dirigentes. O Sporting, é que jogava na época no Campo 28 de Maio, a data da Revolução que implementou o Estado Novo, e quando o Benfica foi jogar para lá, alterou-lhe o nome para Estádio do Campo Grande…

6 comentários:

Roberto Rodrigues disse...

Grande artigo Kapotes.

Com factos que os carneiros azuis e verdes preferem ignorar e continuar a repetir os chavões anti-Benfica que lhes são enfiados na boca.

Um grande abraço.

Carlos disse...

É destas lições de história que aquelas aventesmas precisam. Pode até parecer que eles não chegarão a ler estas coisas, mas "eles andem aí".
Continue em defesa do nosso SLB. Eu continuarei fiel e a visitá-lo.

Abç benfiquista

VHugo disse...

É disto que se precisa colocar na imprensa portuguesa!

http://forcamagicoslb.blogspot.com/2011/01/pau-de-2-bicos.html

Viriato de Viseu disse...

Sobre a não ida do Eusébio para Itália, há que tempos me venho batendo por isso.
Não foi o Salazar que vetou, mas sim a Federação Italiana que não aceitou a entrada nesse ano de estrangeiros.

Sabem porquê?

COREIA DO NORTE....lembram-se?

A Itália perdeu 1 x 0 com a Coreia do Norte...depois levámos nós com eles (5 x 3, lembram-se?)

Quando regressaran a Itália ao aeroporto de FIUMICINO, foram recebidos com tomates e ovos podres
e foi nesses entretantos que a Itália disse não a mais estrangeiros, porque pensaraam que os estrangeiros tapavam o lugar aos da casa....por isso era pobre a Selecção...

QUAL SALAZAR QUAL CARAPUÇA.

Parece que o Eusébio ia ganhar 6 milhões de contos por algumas temporadas (tinha ele 26 anos) mas depois regressava ao Benfica e assinaria em branco.

Bcool973 disse...

Vão ver os quadros directivos do Porto e do Sporting à altura e depois digam-me quais eram os clubes da ditadura ... A força do Benfica na década de 60, além dos jogadores espectaculares vinha pela cultura de profissionalismo imposta por otto glória no final dos anos 50 e que gutman aproveitou.

joe disse...

..ora tb posso ver de outro ponto..Salazar era lampiao e isso fez com q os lamps vencessem mtos campeonatos durante decada...alguem no governo nao gostava do hino do benfica pq era simnplesmente um hino anti-estado novo de regime autoritario e nem o proprio Salazar e os seus pares iriam aceitar algo q fosse contra a sua governaçao )..
Quanto ao Salazar vetar a saida do eusebio....se foi ele..se nao foi ele...qual o problema? tb ja ouvi dizer q Salazar fazia as vontades ao benfica pq era um clube do povo e pelo menos o povo andava entretido com o futebol e nao se queixavam muito do governo...podia perfeitamente ser vetada a entrada na italia mas o Salazar continuar a ser um dos q nao queria ver o eusebio fora de Portugal..depois dizer q "ah e tal, nao podiam entrar jogadores em italia.." e depois? isso nao mudava a ideia do Salazar em impedir a saida do Eusebio pra onde quer q fosse,,..facciosos! qq presidente do benfica iria querer tomar conta do sistema sem ter um pais de ditadura e isso era o q todos queriam ( incluidos os benfiquistas, portistas e sportinguistas )