quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Despedida da Champions



Não gosto de despedidas e custa-me a escrever porque fiquei triste, ficamos todos, portugueses e benfiquistas.
O nosso "Benfica nunca perde,ás vezes é que não ganha" citando a frase de um amigo da Gloriosaesfera, hoje foi uma dessas vezes.



Conforme tenho vindo a dizer nesta competição faltou a eficácia, até entramos bem no jogo apesar de faltar ainda mais um pouco de velocidade, os jogadores sabiam que tinham que vencer,Kardec e de Luisão que estiveram perto marcar.

Fomos superiores mas não fomos eficazes ao contrário do Hapoel que nas primeiras oportunidades que teve e de um livre fez o golo, continuamos ou a ser a equipa mais rematadora. O Kardec aos 28min. remata ao lado só com o guarda-redes pela frente, depois de um grande passe de Aimar que tanto correu neste jogo.

O factor árbitro decide invalidar um golo ai Benfica por alegado fora-de-jogo de Kardec antes de terminar a 1ªparte.

O Shalke vencia o Lyon e isso desmoralizou, penso eu. Atacávamos em 4-4-2 clássico, com a troca de Saviola pelo regressado Cardozo para o lado de Kardec. Mais para o fim e sem conseguirmos deitar abaixo a muralha por muito que tentamos, Jesus mexe novamente, entra Jara para o lugar de Javi, nova alteração táctica para 4-3-3...nada e quem não marca sofre enfim...

Resta-me falar a sangue quente que o meu Benfica, o Benfica que idealizei para esta temporada era um Benfica mais maduro e eficaz que perante este adversário sairia por cima e agora com este resultado estamos com 6 pontos em 3º no grupo, mas acredito na nossa casa, com todo o vosso apoio, vencendo o Shalke ainda nos vingaremos na Liga Europa.

ÁGUIA AO PEITO NESTE JOGO - Javi, Aimar, Luisão, Maxi e Coentrão

FORÇA BENFICA

1 comentário:

VHugo disse...

Vamos levantar a cabeça e tentar salvar a honra na Liga Europa!
Para isso é imperioso vencer o Schalke

http://forcamagicoslb.blogspot.com/2010/11/agora-minha-vez.html