sábado, 30 de outubro de 2010

Fê-lo de Aguia ao peito

Parabéns Maradona e Parabéns AIMAR !!

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

História dos Estádios do Sport Lisboa e Benfica, Campo da Feiteira - 1907 a 1911

Campo da Feiteira - 1907/08 a 1910/11

O Campo da Feiteira foi o primeiro campo atlético que pode considerar-se ter pertencido ao Benfica; onde o clube afirmou o seu nome e começou a movimentar multidões e a arrastá-las, também, para outros campos da região de Lisboa onde exibia o seu futebol.



Em 26-07-1906, foi fundado, em Benfica, o Grupo Sport de Benfica (GSB), especialmente virado para a prática de velocipedismo (ciclismo) e de pedestrianismo (atletismo). A festa inaugural deste clube teve lugar em 02-09-1906, com um "Festival" que incluiu provas velocipédicas, corridas e gincanas. As gincanas (corridas de fitas, negativas e de púcaros) realizaram-se na Quinta da Feiteira, amavelmente cedida pelo seu proprietário, o Exm.º sr. César de Figueiredo.

Em 26-05-1907, o GSB tomou oficialmente posse do terreno na Quinta da Feiteira, paralelo à Estrada de Benfica, passando, assim, a dispor de um campo para festivais desportivos e jogos de futebol (com uma frente de 120 metros e uma largura de 79 metros), por 20 mil réis (20$00) por semestre. Inaugurou-se este campo em 14-07-1907 - acto integrado no programa comemorativo do 1.º aniversário da fundação do GSB. O espaço foi sofrendo ligeiros melhoramentos, principalmente o terreno de jogo, com o objectivo de o tornar aplanado e sem irregularidades.

O Grupo Sport Lisboa (GSL) - o SLB na sua fase embrionária - não tinha campo em Belém (zona onde nasceu), mas, como alguns dos seus associados eram também sócios do GSB, sabiam da existência do seu campo que, apesar da qualidade, não era utilizado para futebol. Assim, em 24-11-1907, o GSL actou pela 1.ª vez na Feiteira, embora ainda fosse considerado campo neutro. Nesse encontro, a contar para o Regional de Lisboa, vencemos o Internacional (CIF), por 1-0.

Meses depois (em Março de 1908), o GSB muda o nome para Sport Clube de Benfica. Em 13-09-1908, após a absorção das estruturas do GSB (associados, dirigentes, sede e instalações desportivas), o "Glorioso" Sport Lisboa acrescenta Benfica ao nome, por influência do local para onde se transfere, passando, então, a designar-se de Sport Lisboa e Benfica (SLB) e a utilizar o campo da Quinta da Feiteira.

Em 04-11-1908, numa reunião de Direcção, foi resolvido contactar o proprietário, César de Figueiredo, com o objectivo de obter dele uma autorização para realização de obras, consideradas indispensáveis para melhorar as condições do espaço. Com o financiamento do presidente da Direcção, João José Pires, pretendia dotar-se o campo de bancadas e construir-se uma sede. E porque o arranjo deveria ser importante, pedir-se-ia, também, um contrato de arrendamento por um prazo mínimo de 10 anos.

O resultado desta diligência foi comunicado pelo próprio presidente da Direcção. O dono do terreno não faria o arrendamento por dez anos, devido ao facto de o terreno estar destinado, pela Câmara Municipal de Lisboa (CML), a um parque. Mas, caso a CML não resolvesse, a curto prazo, dar início ao seu projecto, o sr. César de Figueiredo venderia o terreno (avaliado em 60 contos), para construção de casas. A confirmar-se ser esta a solução, o mesmo proprietário daria preferência ao clube, fazendo o arrendamento, a longo prazo, da parte do terreno onde se encontrava o campo, avaliado em 20 contos (20 milhões de réis!). Desta forma, a renda seria de 4 por cento ao ano sobre aquela importância, ou seja, 800 mil réis (800$00).

A informação provocou a todos grande preocupação. Restabelecida a serenidade, o vice-presidente da Direcção, Alfredo Alexandre Luís da Silva, afirmou que a renda era pesada de mais, sendo por isso insustentável para os recursos financeiros da colectividade. A Direcção teria de abandonar a ideia de promover quaisquer melhoramentos no campo da Feiteira, para procurar, na área de Benfica, um terreno que oferecesse condições para a construção de um campo de jogos, digno de um clube já com grande projecção no movimento desportivo da Capital.

Para o novo campo reservar-se-ia o projecto antes elaborado para as obras na Feiteira. Afinal, durara pouco tempo o convencimento de que o problema da falta de campo privativo se havia resolvido por completo com a ida para Benfica (Feiteira). Não foi possível continuar nesse local. Porém, durante 3 épocas (de 1908/09 a 1910/11), realizaram-se, na Quinta da Feiteira, grandes jogos de futebol, que movimentaram multidões e que ajudaram o Benfica a consolidar a sua popularidade e o seu palmarés desportivo.

Foto 20 A primeira grande vitória do nosso Clube, então ainda com o nome de Sport Lisboa, ocorreu em 10-02-1907 e foi imposta ao Carcavellos Club, no seu campo (2-1) - a formação dos ingleses estava invencível há 9 épocas (!), desde 1898. Depois de nos termos afirmado como o melhor clube de portugueses, passaram a chamarmo-nos "Glorioso"... até hoje! Apesar de, nesse jogo, não se ter verificado uma grande afluência de público, a notícia correu célere entre os desportistas de Lisboa, que começaram, assim, a acorrer aos nossos jogos, sempre na ânsia de ver nova vitória retumbante - o que fez com que, na Quinta da Feiteira, houvesse sempre muitos espectadores.

Em 09-01-1910, cerca de 8000 pessoas assistiram ao jogo entre o "Glorioso", que estava a fazer uma temporada sensacional, e o Carcavellos Club, invencível há 3 anos (desde o tal jogo de 10-02-1907). Voltámos, então, a derrotar os "mestres ingleses", desta vez por 1-0, naquela que foi a nossa 2.ª vitória sobre esse clube mítico da história do futebol português! Conquistámos, também, pela primeira vez, um título oficial de campeão regional em 1.ª categoria - o primeiro de muitos e muitos títulos conseguidos ao longo da nossa história. O prestígio e a popularidade do nosso Clube cresciam sem parar e, devido à localização da Feiteira (junto à igreja de Benfica, no bairro com a mesma denominação), o nome Benfica começou a ser cada vez mais utilizado, em detrimento da apelidação Sport Lisboa.

Durante o ano de 1908 e seguintes, os dirigentes do nosso clube continuaram a procurar terrenos para instalar um campo, embora com resultados negativos. Em 1910, ainda se realizaram obras de conservação na Feiteira, no valor de 70$460 réis, graças a um donativo conseguido por acção da generosidade de alguns sócios. Ainda nesse ano, numa reunião realizada no dia 22 de Abril, o problema - que persistia, pedindo resolução urgente (o clube corria o risco de ficar sem campo) - voltou a ser fruto de análise cuidada. Mas a solução só viria a surgir em 1912, com o arrendamento, válido a partir do ano seguinte, do campo de Sete Rios. Foram quatro longos anos de dúvidas e de dificuldades, mas ultrapassadas...

Seria já com a perspectiva de mudar de local que o Benfica realizaria, em 22-05-1911, o seu último jogo na Quinta da Feiteira e, ao mesmo tempo, o primeiro jogo internacional da sua história. O adversário (francês) foi o Stade Bordelais Université Club. Era o adeus à Feiteira e a Benfica, onde o Clube ganhou especial projecção, arrastando multidões, difundindo a sua popularidade e sobrepondo à designação de Sport Lisboa a força do nome Benfica. Aí disputámos 22 jogos, traduzidos em 14 vitórias, 3 empates e 5 derrotas; 56 golos marcados e 18 golos sofridos.

Actualmente, os terrenos onde se situou o recinto estão ocupados por prédios e quintais, entre a Estrada de Benfica e a Rua Emília das Neves, já que o destino da Quinta da Feiteira foi, efectivamente, a urbanização, com a criação duma nova rua (Emília das Neves), que se localiza exactamente numa das linhas laterais do antigo campo.


























Fonte:
Site Oficial, Sport Lisboa e Benfica
http://www.slbenfica.pt

Roberto

Pois é: o Roberto. Nosso GR pelo qual o Benfica pagou 8,5 milhões de euros e que tem suscitado alguma (muita mas mais para os anti - Benfica) polémica. Resolvi escrever sobre ele para suscitar alguma discussão (construtiva obviamente) mas essencialmente para ficarmos com uma espécie de memória sobre ele. Mais tarde ao consultarmos ou até ao nos depararmos por acaso com este post, lembrar-nos-emos do que a comunicação social (CS) fez com ele. Não nos podemos nem nos devemos esquecer disto. E porquê?
Não vi tratamento igual a casos iguais ou piores. Não vi fazerem um escarcéu igual com o Ricardo, antigo GR do Sporting nem com o actual GR da selecção. Só fizeram o que fizeram porque somos o Benfica, porque vendemos muitos jornais e também e talvez mais importante porque suscitamos muitas invejas. Para que fiquem com uma ideia o mais próxima possível da realidade resolvi fazer uma espécie de cronologia:
25/6/2010: Roberto Jiménez é o novo reforço para a baliza do Benfica. O guarda-redes espanhol, apresentado esta sexta-feira, chegou ao Estádio da Luz com «muita vontade de vencer».
Palavras dele: «Foi um passo enorme na minha carreira e as expectativas são começar a trabalhar, adaptar-me o mais rápido possível, o que acho que não vai ser difícil, e tentar que o Benfica tenha os maiores êxitos»
22/8/2010: Afinal o Roberto (e pasme-se não vai sair do Benfica!!) vai continuar no Benfica. Notícia que foi veiculada inicialmente na isenta (??) TSF.
Comunicado do Benfica (e muito bem para tratar dos abutres):
"O Sport Lisboa e Benfica informa que a notícia veiculada pela rádio TSF, durante a tarde deste domingo, em relação a um dos seus atletas não passa de pura especulação. Lamentamos que um meio de comunicação com as responsabilidades e as obrigações deontológicas a que os seus profissionais estão obrigados não tenha tido sequer o cuidado de contactar qualquer responsável do Clube, facto que teria evitado toda esta situação."
24/8/2010: Alguns comentários de ex-colegas e também de Quique Flores que como todos sabemos já foi nosso treinador:
TIAGO (JOGADOR DO ATL. MADRID): "COLEGAS DIZEM QUE ELE ESTÁ A SOFRER MUITO"
"Partilhámos balneário só uma semana. Conheço o desempenho dele na Liga espanhola e foi muito bom, sobretudo frente aos grandes. Os meus colegas dizem que está a sofrer muito, estão surpreendidos."
PAULO ASSUNÇÃO (JOGADOR DO ATL. MADRID): "POR AMOR DE DEUS...ELE NÃO DESAPRENDEU"
"O Roberto passou a vida toda em Espanha e mais de metade em Madrid. É duro mudar a vida toda. É natural que precise de tempo para se adaptar a Lisboa. Mas, por amor de Deus, o homem não desaprendeu."
QUIQUE FLORES
“Tenho uma opinião muito positiva dele. A meia época que fez no Saragoça foi fantástica. Ele foi o grande herói da manutenção. Por isso acho que o Benfica precisa de ter paciência. O verdadeiro Roberto vai chegar"

E agora como todos sabemos deu-se um volte-face (essencialmente no discurso da CS) no jogo com o Setúbal (3ª Jornada (28/8/2010). Pois é: afinal afinal, mas mesmo assim ainda se assistiu ao enxovalho (perdoem a palavra mas foi o que ocorreu) por parte de mais uma vez, da isenta TSF. Todos sabem daquela “pérola jornalística” no noticiário após o fim do jogo.
Para que fique na memória aqui está o vídeo bastante completo do jogo com o Setúbal:


video

Não precisamos de descrições. Este vídeo fala por si:
Deixem-se só referir que demos (especialmente e permitam-me enaltecer os adeptos no estádio) uma grande lição aos abutres da comunicação social e aos adeptos dos outros clubes que na falta do que fazer se riem à nossa custa mas que depois nem os vemos quando tudo corre bem.
Nos últimos 4 jogos na Liga sendo também importante na LC (até há uma noticia d' A Bola do passado dia 26 de Outubro), o Roberto pasme-se, lol não sofreu nenhum golo, fruto a meu ver da sua perseverança e do crescente de forma da nossa defesa (em parte não percebi o que lhes aconteceu). Esperemos que assim continue hoje e depois no Dragão mas sobretudo que daqui a uns meses venham dizer (mas não se desculpar. Não podemos pedir tanto) que o Roberto foi uma grande contratação. Se o disserem é porque é mesmo verdade que é o que todos os benfiquistas querem.
Eu que supostamente não devia perceber tanto como eles, pensei logo que se tratava duma difícil adaptação a uma nova equipa, a uma nova realidade, país. Lembrei-me do caso do Luisão. Eles não, não se lembraram que pela posição que é qualquer erro é com grande probabilidade fatal. Não. Para quê? Afinal quem é que nós somos? O melhor clube de Portugal e talvez por isso o grande susceptível de ser maltratado. Esquecem-se é duma coisa: existem pessoas que defendem com unhas e dentes o Benfica como é o caso deste e doutros blogues. Contra isso e contra os benfiquistas nunca conseguirão ganhar.

Benfica 4EVER

P.S.
Não nego que achei estranho o Benfica comprar um GR por 8,5 milhões de euros mas jamais entrarei e me deixarei levar por um ataque que a mais do que a um jogador, foi feito a um ser humano. Frisar já agora, que a partir do momento em que um jogador tem o símbolo do Benfica ao peito jamais vou assobiar e mandar abaixo. Nem que não simpatize com ele que nem é o caso. Todos nós temos as nossas opiniões e temos direito a discordar mas com limites.

Fontes:
Youtube, Record, Mais Futebol, A Bola e o Correio da Manhã

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Manipulações, O Autocarro do Benfica nunca foi Apedrejado no Porto nem Aimar correu Risco de vida

O jogo do próximo dia 7 de Novembro que irá opor F.C. Porto ao S.L. Benfica já mexe há algum tempo.
Como não poderia deixar de ser as jogadas de bastidores já começaram, principalmente do lado corrupto.



Num momento muito conturbado do futebol em que temos vindo a assistir a arbitragens, totalmente manipuladora da verdade desportiva em favorecimento da corrupção, deparamos-nos com algo totalmente sombrio, manipulador da verdade e que acima de tudo vem acirrar ainda mais os ânimos.

Falamos de uma tentativa completamente descabida e idiota de manipulação de factos ocorridos no dia 2 de Maio aquando do jogo F.C. Porto - S.L. Benfica, factos esses que ocorreram em directo e que todo o País assistiu ao vivo e pode constactar a forma de estar daquela gente.
Quem vê o vídeo facilmente se apercebe da manipulação das imagens e dos factos, em determinado momento do vídeo tentam mostrar que nada se passou com o autocarro , não choveu uma pedrinha sequer, e colocam no vídeo uma imagem do lado direito do autocarro, com um circulo à volta do suposto vidro partido, porém ao colocarem a imagem corrida e depois a pararem e assinalarem o vidro esqueceram um enorme por maior, é que os vidros foram partidos do lado oposto do autocarro, ou seja do lado esquerdo do autocarro, quando as imagens que nos mostram são apenas do lado direito.
sinceramente até uma criancinha de 10 anos consegue aperceber-se desta manipulação ridícula e infantil, levada a cabo possivelmente pelos mesmos que provavelmente atiraram as pedras.






De facto o tico e o anão teco o que perfaz 1 neurónio e meio desta gente deve andar com problemas existências, bem sabemos que eles tentam e tentam e voltam a tentar manipular os factos e a verdade, mas haverá sempre alguém para repor a verdade, pois a história está escrita e não pode ser modificada, por mais que tentem não irão conseguir sobrepor a mentira à verdade histórica.
Fizeram desaparecer a verdadeira história do clube ao esquecerem o verdadeiro fundador do clube ao adulterarem a verdadeira data de fundação do clube mas até isso os factos e a blogosfera se encarregaram de repor a verdade e devolver aos verdadeiros fundadores a verdade da data de fundação do clube.

Esta gente fala em cravos por uma revolução no futebol Português, pois sou obrigado a concordar com eles, de há 30 anos para cá o futebol em Portugal vive uma autentica ditadura sempre em favor dos mesmos, manipulam juízes civis, compram árbitros com putas de luxo, com quinhentinhos e viagens ao Brasil, compram juízes civis com bilhetes de jogos, dão guarida a traficantes e sonegadores de impostos das claques por eles apoiadas, fazem de assassinos seus guarda costas, estão envolvidos directamente com pessoas ligadas à máfia da noite branca e Ganges da Ribeira, e depois de tudo isto vêm apregoar que são santos e anjinhos e que são os verdadeiros portadores do estandarte da verdade desportiva.

Quanto a mim podem apregoar o que desejarem, manipular o que quiserem e quem desejarem, apenas lhes seguirão na sua caminhada aqueles que forem verdadeiramente estúpidos, aqueles que não tiverem o mínimo de escrúpulos, pois aqueles que forem minimamente honestos não aceitam a forma de estar desta gentalha mentirosa.

Haverá um dia em que alguém farto desta merda, irá dizer basta, e ai não posso adivinhar quais serão as consequências que advirão,
desta autêntica ditadura que se vive, deste ambiente de guerra no futebol em Portugal.

A revolução será um dia feita no futebol mas reza a história do Mundo que nenhuma revolução bem feita, foi feita sem sangue.


Aconselho vivamente uma visita à fonte destes vídeos:
http://www.bestoffutebol.com/2010/10/autocarro-do-benfica.html

Avante, Avante P'lo Benfica

terça-feira, 26 de outubro de 2010

PSP iliba e protege Super Dragões

Só um dos dois elementos da claque "Super Dragões" que estavam a ser julgados no Tribunal de Penafiel foi condenado por ter agredido um GNR antes do jogo FC Penafiel – FC Porto. António Oliveira, conhecido como "Tony do Seco", terá de pagar uma multa de 900 euros. Já Hélder Mota, que também estava acusado de agredir guardas e de vender bilhetes antes do desafio, foi ilibado dos crimes que vinha acusado.A juíza justificou esta sentença com a "inconsistência dos depoimentos" e com as "divergências das versões" apresentadas pela PSP e pela GNR durante o julgamento.

Jogo foi em Abril de 2006

O caso remonta a Abril de 2006, quando o FC Porto se deslocou a Penafiel para um jogo que viria a dar o título aos azuis-e-brancos. Horas antes do apito inicial do árbitro, adeptos dos dois clubes concentraram-se nas imediações do Estádio Municipal 25 de Abril. Segundo o Ministério Público, terá sido nesta altura que alguns dos elementos do Núcleo de Investigação Criminal presentes no local se aperceberam que Hélder Mota estaria a vender bilhetes a preços superiores aos de mercado. Quando foi interpelado, dizia ainda o Ministério Público, este ex-dirigente da claque portista agrediu um dos guardas e tentou a fuga. Já com a confusão gerada, António Oliveira também agrediu um guarda, permitindo a fuga do colega.Porém, na quarta-feira, o colectivo de juízes não deu como provados todos estes factos, nomeadamente os que diziam respeito à venda de bilhetes e à agressão perpetrada por Hélder Mota. Assim, um dos líderes mais conhecidos dos "Super Dragões" foi absolvido dos crimes que vinha acusado.Também António Oliveira viu o Tribunal deixar cair algumas dos crimes de que estava acusado. Mesmo assim, "Tony do Seco" foi condenado pelo crime de agressão física qualificado. Terá de pagar três euros durante 300 dias, o que dá um total de 900 euros.Na manhã de quarta-feira, a juíza justificou esta sentença com "divergências das versões da PSP e da GNR" que suscitaram "dúvidas insanáveis" no colectivo. Segundo o relatório da PSP, apenas houve uma acesa troca de palavras entre os suspeitos e a GNR o que levou o tribunal a considerar inconsistentes os depoimentos.
A magistrada realçou ainda a "inconsistência dos depoimentos".Apesar disto, a presidente do colectivo de juízes deixou um conselho a "Tony do Seco": "Continue a pertencer à claque, mas vá trabalhar".


segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Provas do Ano de Fundação do F.C. Porto

Recebi hoje através de um amigo Portista de coração alguns documentos importantes, que demonstram e provam a verdadeira data de Fundação do F.C.Porto, clube fundado por pessoas de bem, trabalhadoras e que nada mais desejavam do que aprender a jogar futebol.
Nos dias de hoje, meia dúzia de pessoas apagaram ou tentaram apagar da história a real data de fundação do clube, tal como apagar da história os nomes daqueles que por bem e com vontade apenas de praticar o bem fundaram o Clube que em tempos foi honesto e que orgulhava a cidade que ostenta o nome:

O Extinto semanário "O Tripeiro", que se devotava com carinho a remexer velharias históricas da cidade do Porto, publicava em 1 de Março de 1926 uma interessante exposição por António Martin, funcionário superior do Governo Civil e sócio fundador do F.C. Porto,. que por ser valiosa e competente, merece ser focada a sua história:
    Transcreve-se, portanto como como pormenor elucidativo e preliminar valioso o que nos afirma António Martins:

Por achar interessante vamos descrever como foi organizado o Football Club do Porto, o brilhante grupo desportivo que tanto tem honrado o nome da nossa terra.
    Sentimos grande contentamento em fazer esta descrição, não só pela honra que temos em ser um dos instaladores daquele club como também evocarmos uma época saudosa da nossa descuidada mocidade.
   
    Existia há trinta e tal anos, no l'orio, o Grupo do Destino, composto de uma rapaziada alegre, ruidosa, entusiasta, buliçosa, cuja missão, era divertir-se após as horas de trabalho.
Não havia local onde bem se comesse e onde bem se bebesse que o Grupo do Destino não conhecesse!
    Rima e era verdade! Aquilo eram bons estomagos e bons gastrónomos! Partidas, piadas, blagues bom humor, tal era o programa do Grupo do Destino.
    As suas festas marcavam pela originalidade e decorriam sempre cheias de entusiasmo! Com que recordações lembramos essa mocidade cheia de alegria e entusiasmo!
    Um dia, o presidente do grupo, isto pelas alturas de 1904 ou 1905, o saudoso José Monteiro da Costa, foi com seu pai visitar a Espanha, França e Inglaterra.
nas constantes epistolas que nos enviava com notas da sua viagem, descrevia com entusiasmo um jogo de bola a que tinha assistido em Inglaterra, e que logo que chegasse ao Porto nos daria algumas explicações afim de também o jogarmos.
    Anunciada a sua vinda um grupo de amigos sinceros, pois Monteiro da Costa de tudo era merecedor, foi espera-lo a Ermesinde. Foi uma alegria doida a sua chegada. Monteiro da Costa, até ao Porto descreveu rapidamente as impressões da viagem, tendo frases as mais entusiásticas, para o tal jogo da bola, que muito o interessara e que era nem mais nem menos que o foot-ball.
    Ouvi-lo e resolver que o Grupo do Destino organizasse um grupo de foot-ball foi obra de um momento.
    Os presentes já sabiam que com o que fosse resolvido todos concordavam:
a divisa do grupo era um por todos todos por um.
    Passados dias organizou-se a reunião magna de todos os sócios para tratar do importante assunto - a instalação do grupo de foot-ball.
    Com as Costumadas piadas falecias blagues, etc., apareceram de entrada dois obices a resolver: - 1º, o desconhecimento completo, por parte de todos os sócios de tal jogo, e a falta de capital, pois, com toda a sinceridade o dizemos a maioria dos sócios eram alegretas mas...  pobretas!
    Como se sabe, no Porto, o foot-ball era quase desconhecido. Somente existiam dois Clubs onde se fazia esse jogo, que eram o Oporto Crickett e o Boavista Foot-ball aquele composto pela rapaziada das casas comerciais estrangeiras desta cidade, e este pelo pessoal da fábrica Graham, na Avenida da Boavista.
    Estes Clubs várias vezes se encontraram em desafios nos seus campos de Foot-ball.

Foi logo nomeada a comissão administrativa  para dirigir os negócios do club, ficando na presidência José Monteiro da Costa, e como secretário, o autor destas desataviadas linhas.
    Nessa ocasião, foi também escolhida a côr da "equipe", e caso curioso apesar da maioria dos sócios instaladores ser republicanos  - alguns até comprometidos nas conspirações - a história recaiu no azul e branco, pois eram as cores da bandeira nacional.
    Foi alugado um bocado de terreno na rua Antero de Quental, onde os sócios instaladores se iam treinando no jôgo.
Um dia apareceu no club um italiano - Catulo Gadda - empregado na fábrica mariani, ás Devezas disposto a jogar. Foi recebido de braços abertos pois era alguém que conhecia o foot-ball. Era um explendido defesa, pelo pontapé forte que possuía.
    Já tínhamos dois onzes, mas pouco fazíamos. Pois se não tínhamos nascido para aquilo...
Certa tarde andávamos no campo treinando, e alguém nos comunicara  que um cavalheiro desejava falar-nos. Fomos ter com esse cavalheiro e reconhecemos a vontade que tinha de nos ver jogar.
Mostramos-lhe o pouco conhecimento que tínhamos de foot-ball e passados minutos o tal cavalheiro concordava que realmente ainda estávamos um pouco atrasados na técnica do foot-ball...
Mr. Cassaigne, ilustre súbdito Francês, muito conhecido nesta cidade e que era o cavalheiro que desejou ver jogar, foi muito amável na apreciação que fez do nosso jogo, pois não estávamos atrasados estávamos atrazadissimos...
    Conhecendo a boa vontade de mr. Caissagne em prestar-nos os seus serviços, pedimos para tomar a direcao técnica do football, a que acedeu com todo o entusiasmo . Não fomos só nos os , mr. Cassaigne
    Entrou para sócio o conhecido desportista Rómulo Torres, que imediatamente propôs também, entre outros António Calem, Antunes Lemos, António Sá, Eduardo Vilares, Nuno Salgueiro, e António Campos, que conheciam muito bem o football António Campos, que conheciam muito bem o football. E, assim com todos estes elementos, j]a se via aos domingos o campo- já agora o tamanho que as regras indicavam todo cheio de uma afluência que ali corria para ver com todo o interesse as varias fases do football. Romulo Torres, sempre disposto a ao levantamento do club, organizava constantes desafios com os dois clubs que existiam  o Oporto Crickett e o Boavista, e assim o football Club do Porto inicia a sua carreira auspiciosa.
    Dos instaladores ainda sao vivos, parecendo/nos porem que nenhum e sócio Amadeu Maia, jornalista: Cândido Pinto da Mota e Manuel Luiz da Silva, despachantes oficiais: Joaquim Pinto Rodrigues de Freitas, e Álvaro Osório da Silva Cardoso: Industriais: António Moreira da Silva, Joaquim António Mendes Correia António Augusto Baptista Júnior, Comerciantes: Albino Costa e Lopes de Faria, empregados comerciais: Manuel Sacramento, Armador: Joaquim Silva, Negociante: e o autor destas linhas.
    E aqui esta como um club organizado por rapazes que ignoravam por completo o que era football tanta propaganda tem feito em prol deste desporto...

    Escusado será dizer que com a vida do Football Club do Porto morrem o Grupo do Destino.
    Aqueles rapazes que a ele pertenceram e que a morte arrebatou, o preito da nossa sincera amizade.

Fevereiro de 1926,

Antonio Martins







Jogos equilibrados, gols e muitos clássicos pelo Brasil, e homenagem ao Rei do futebol marcaram a rodada do fim de semana do campeonato brasileiro.


Novo líder e fuga do rebaixamento.
A rodada começou no Engenhão no sábado, com a vitória do Botafogo sobre o Vitória por 1x0. A equipe do Rio de Janeiro, conseguiu subir três posições na tabela e chegar a zona da Libertadores, que voltou a ter 4 times brasileiros classificado para a edição do ano que vem. (Só não será G4, se algum time brasileiro ganhar a Copa Sul Americana). E o time do Vitória entrou na zona de rebaixamento após tomar o gol de falta do Marcelo Cordeiro.
Atlético-Go conseguiu escapar da zona da morte após vencer o Guarani no Brinco de Ouro da Princesa. O Guarani que teve a ausência do zagueiro Fabão, também não pode contar com o jogador Mazola porque reclamou de dores musculares. Aos 14 minutos do segundo tempo, o dragão conseguiu achar o gol da vitória com o jogador Marcão que entrou no intervalo.
E no domingo, no estádio Paulo Machado de Carvalho mais conhecido como Pacaembu, no clássico entre Corinthians x Palmeiras. O jogo foi decidido por um chute no meio da rua do Bruno Cesar, a bola desviou em Marcos Assunção e enganou o goleiro Deola, o jogo foi muito truncado no meio de campo, onde o time do Palmeiras em função dessa marcação, não conseguiu evoluir o seu jogo e teve poucas chances de gol, o Marcos Assunção conseguiu só acertar um chute a gol nas faltas e o goleiro Julio Cesar fez uma linda defesa. Na estréia do Tite o Corinthians consegue voltar a vitória após sete rodadas e conseguiu se reaproximar dos lideres. E o Palmeiras continuou em 10° na tabela.
No jogo dos desesperados, Goiás bate Avaí por 1x0 e fica 1 ponto a frente na tabela. Com um pênalti quase no fim do primeiro tempo, o Goiás conseguiu o gol da vitória com o Bernardo. Aos 28 minutos o time catarinense, quase chegou à igualdade com o Roberto, mais Harlei conseguiu fazer uma grande defesa.
O Ceará que não perde a seis jogos continuou nesse domingo mostrando a boa fase da equipe, ao receber o São Paulo no Castelão. O jogo teve homenagem ao Pelé que ontem completou 70 anos e pelo lado do São Paulo, o goleiro artilheiro o capitão, Rogério Ceni, entrou em campo carregando o torcedor Carlos Roney que teve as duas pernas amputadas até a altura do joelho quando ainda era bebê. E mesmo assim, ele ainda sonha em ser um jogador de futebol. Com a temperatura na casa dos 30° e o jogo sendo às 15h por que em Fortaleza não á horário de verão. No primeiro tempo, o time tricolor, conseguiu só criar uma chance de gol com o Ricardo Oliveira, em um lance muito difícil para o bandeirinha, ele marcou o impedimento e anulou o gol tricolor, após esse lance, o vozão conseguiu abrir o placar com o Magno Alves de cabeça aos 20 minutos de partida, o zagueiro Diego Sacomã conseguiu acertar um belo chute a longa distancia ampliando o marcador para o time da casa. E a segunda etapa pareceu um reflexo da primeira, o time do Ceará continuou criando as melhores chances e após o meio do primeiro tempo, diminuiu o ritmo e a equipe do São Paulo também por causa do forte calor e no fim do jogo o Vozão conseguiu os três pontos fundamentais para sonhar com a Copa Sul Americana.
Washington está a nove jogos sem marcar um gol a favor, e na tarde desse domingo, conseguiu marcar um, infelizmente contra. O Fluminense após o empate conseguiu voltar a liderança do campeonato, após muito erros de passe no meio de campo e catimba o jogo foi pelo erro do adversário, Washington abriu o placar de cabeça ao tentar afastar a bola e marcou contra, mas poucos minutos depois o Fluminense chegou ao empate com um golaço de Marquinhos que pegou na “veia” com a perna direita que não é a sua boa e acertou o cantinho do goleiro. Aos 38 minutos Wagner Diniz cruzou para o Nieto, ele se enrolou com a bola e os defensores da equipe carioca, a bola voltou ao Wagner Diniz onde chutou cruzada, colocando o Atlético-Pr a frente no placar. Perto do finalzinho do jogo, pênalti a favor do Fluminense, Conca e Washington discute para quem vai bater a penalidade, o argentino, assume para si a responsabilidade, coloca a bola na cal e chuta forte e alto, conseguindo assim obter a igualdade da partida e a volta a liderança.
Com hattrick de Obina, o Atlético-Mg, conseguiu uma vitória apertada e emocionante sobre o rival Cruzeiro, no clássico, em um jogo de vida ou morte para as duas equipes, onde o galo briga para não cair e a raposa pelo titulo, o galo se deu melhor e conseguiu se assegurar fora da zona de rebaixamento, enquanto que o Cruzeiro perdeu a chance de se manter na liderança do campeonato. Em 30 minutos de partida o Obina, conseguiu marcar três gols para o time atleticano, no fim do primeiro tempo estava 3x1, para o time “visitante”. Na volta do intervalo o Réver, conseguiu ampliar essa vantagem para 4x1, quando tudo parecia que estava decidido o Cruzeiro inicia uma reação, aos 31 minutos da segunda etapa, Thiago Ribeiro diminuiu o placar para 4x2 e um minuto depois diminuiu para 4x3 e o jogo aumentou em adrenalina, ainda no primeiro tempo o Montillo desperdiçou um pênalti que fez muita falta no final. Mas os torcedores do Cruzeiro que foram a Arena do Jacaré aplaudiram a luta do time.
Prudente Surpreende Santos na Vila Belmiro, após ir para o intervalo de partida ganhando por 2x0, gols de Keirrison e Durval, Grêmio Prudente no segundo tempo consegue a virada com Wesley (2 gols) e Gilmar, o Santos ainda perdeu um pênalti com o Neymar e assim o Rei do futebol, ganhou um presente de grego no dia do seu aniversario.
Pela primeira vez o clássico dos milhões é no Engenhão, teve uma foto das duas torcidas juntas para homenagear o Pelé, mais quando a bola rolou o clássico entrou de vez em cena, e o Vasco conseguiu abrir o placar aos 26 minutos do primeiro tempo com Cesinha, na etapa final, aos 35 minutos Renato Abreu iguala a partida e os dois times se mantêm nas mesmas posições na tabela, o Vasco em 12° e o Flamengo em 13°.
O Gre-Nal disputado com muitas jogadas de efeitos e com disposição dos dois times acabou em 2x2 no Olímpico, André Lima abriu o placar no primeiro tempo. E no segundo tempo, Alecsandro empata a partida aos 20 minutos, Fabio Santos volta a colocar o Grêmio a frente aos 24 minutos e D’Alessandro empata a partida aos 38 minutos e o jogo termina assim.
Classificação do Brasileiro.
Na parte de cima da tabela, o Fluminense, está com 54 pontos, Cruzeiro também está com 54 pontos e o Corinthians vem com 53 pontos e fechando o g4 está o Santos que já tem vaga garantida na Libertadores do ano que vem com 48 pontos. Na parte debaixo da tabela está o Grêmio Prudente com 24 pontos, Avaí em 19° com 30 pontos, Goiás 31 e fechando o Z4 está o Vitória com 34 pontos.

7.º aniversário Parabéns Estádio da Luz!

7 Anos, 7 anos de futebol, 7 anos de emoções, 7 anos de grandes conquistas, 7 anos de grandes jogos...
Foi há 7 anos atrás que a nova Luz foi inaugurada, dia de grandes emoções, lágrimas nos olhos,  um momento único para todos os Benfiquistas.
Hoje ao lembrar-me da data dei por mim a viajar no tempo ao ano de 2003 precisamente a este dia, estava lá longe, mais precisamente na Cidade do Rio de Janeiro, lembro-me de eu e uns quantos Portugueses procurar-mos um canal que transmiti-se a inauguração e nada... senti-me triste e órfão naquele momento por não poder acompanhar o clube que amo num dos passos mais importantes da sua história, naquele dia arrependi-me mil vezes da minha sorte por não poder estar no estádio e logo eu que estava lá sempre, enfim coisas do destino...
A forma de resolver o meu problema foi quase 1 ano depois quando regressei a Portugal comprar o DVD com a inauguração, e 1 ano depois da inauguração dei por mim a chorar de emoção, a recordar os dias de glória vividos no velhinho estádio da Luz e a pedir a Deus para que as nossas Glórias continuem na nossa nova casa.
Ainda hoje e sempre que entro no estádio sinto aquele arrepio na espinha, uma lágrima no canto do olho de emoção e poder viver algo único e mítico na casa dos Benfiquistas.
Parabéns ao nosso Estádio, que continue a ser o palco das nossas conquistas, que continue grandioso como só ele sabe ser .
Hoje com toda a certeza irei passar por aí beber uma Sagres e dar-te os parabéns pessoalmente.
Obrigado por todos os momentos de glória que me tens proporcionado.

Sporting impede Jogador de contactar a Familia

Leonel Silva, empresário de Bruma, extremo-esquerdo de 15 anos do Sporting, pondera fazer uma queixa à FIFA contra o clube de Alvalade, por o atleta estar a ser ameaçado psicologicamente em Alcochete e até vigiado na escola, apurou o CM.

Fonte ligada ao jogador disse ao nosso jornal que Bruma tem o telemóvel confiscado e que desde terça-feira está impedido de contactar com o exterior e até com a família, além de ser controlado dia e noite por um segurança da Academia leonina.
Na sexta-feira, a mãe adoptiva do atleta – Nené Oliveira - e os três irmãos foram ao centro de estágio leonino para visitar o jovem e acabaram por ser impedidos de o fazer por um segurança.
Gavião, o irmão mais novo de Bruma, jogador nascido na Guiné-Bissau mas naturalizado português, foi mesmo agredido por um indivíduo que estava com o agente Catió Baldé. O CM tentou contactar este agente, mas sem sucesso.
O próprio Bruma pediu a um colaborador do empresário Leonel Silva para não lhe ligar, pois estava com medo devido às ameaças. O jogador tem previsto assinar contrato de profissional com o Sporting amanhã, mas para que o contrato seja válido são necessárias as assinaturas do agente e da mãe, o que não irá acontecer. 

QUEIXA-CRIME CONTRA AGENTE CATIÓ BALDÉ
Leonel Silva vai mover uma queixa-crime contra Catió Baldé, devido às ameaças e insultos feitas pelo agente e seus colaboradores à família de Bruma, na sexta-feira à tarde em Alcochete.
A família estava acompanhada por um advogado e foi insultada. O CM apurou que as imagens estão gravadas no circuito interno de vídeo da Academia.
O Sporting faz tudo para preservar o atleta e para o deixar longe do assédio de grandes clubes – o Manchester City já fez uma oferta superior a dez milhões de euros pelo extremo, que também interessa ao Chelsea. 

Fonte:
Jornal: "Correio da Manhã"

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Corrupção no Porto Cheques e Casinos

O Caso Quinhentinhos
Quem não recorda o caso "Quinhentinhos" que envolveu José Guimaro o Leça e com o famoso Reinaldo Teles ao barulho?
Depois do caso quinhentinhos em que a PJ não apanhou todos os envolvidos porque forças superiores os impediram de concluir todo o trabalho.
Até então o método dos chques tinha-se revelado infalivel, mas bastou uma investigação para que fossem posto a nú todos os problemas que os cheques poderiam vir a causar.


Fim do esquema dos Cheques
A corrupção assim teve de mudar a sua forma de actuar, pois como ficou provado os cheques eram um meio muito inseguro de se subornar os árbitros, prova disso foi o valor que o Leça pagou, pois desceria de divisão e um dos árbitros do sistema foi preso e afastado para além de terem de se pagar quantias elevadas para mover influências junto dos altos poderes da nação para livrar Teles e os seus comparças do Porto.
Ainda se correram riscos pois era necessário garantir o financiamento, pois da verba a pagar, 50% eram imediatamente retidos na fonte e os restantes 50% eram para o árbitro, o bolo era assim repartido porque o clube que desejasse comprar o árbito do sistema nunca entrava em contacto com o árbitro mas sim um intermediário que era nada mais nada menos do que Teles ou alguém da sua confiança.

As Viagens e Prostitutas
Para além das viagens pagas através da Comos e posteriormente agências de viagens fastasma, carros de alta celindrada que apareciam como que por magia, prostitutas em hóteis, e nas casas de alterne, em alguns dos casos os árbitros eram filmados sem o saberem... para se fazer a chamada chantagem..

O novo esquema e os Casinos
Teles com as suas ligações aos Casinos e o seu gosto pelo jogo ou alguém muito próximo da equipa corrupta, conseguiu de facto engendrar um esquema
totalmente infalivel, totalmente seguro.
A investigação feita deparou-se com um sistema extremamente simples e eficaz que para além de envolver avolumadas quantias de dinheiro não deixa qualquer
rastro já que não envolve nomes, contas bancárias ou cheques.
O método usado é extremamente simples e basicamente consiste no seguinte, o clube corrupto do norte necessita de comprar o árbitro afecto ao sistema, imediatamente
um qualquer funcionario da confiaça do clube corrupto dirige-se ao um qualquer casino da povoa e troca o valor suponhamos de 5 mil Euros por fichas de casino,
recolhe as fichas e leva-as de volta para a sede ou uma qualquer casa do clube corrupto, posteriormente alguém se encarregará de fazer o pagamento ao árbitro
amigo do sistema, exactamente com as fichas do casino anteriormente levantadas, o árbitro após receber a encomenda, dirige-se sem qualquer problema, ao casino
faz 1 ou 2 jogos numa qualquer máquina e posteriormente troca as fichas novamente por dinheiro vivo.

A verdade é que o metodo usado é um método básico mas ao mesmo tempo extremamente eficaz, já que não existem nomes envolvidos, não há contas bancárias nem cheques
no esquema de troca de favores.
Fixem as caras de todos os árbitros, quando forem a um casino mantenham-se alerta pois é bem possivel que a qualquer momento se cruzem com um qualquer árbitro a receber o dinheiro do trabalho feito em prol da causa corrupta.


Fonte: Jornalista Anónimo

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Fugas de Informação a PSP o SEF e as Prostitutas de Reinaldo Teles

Na madrugada do passado Sábado, a PSP do Porto e o SEF fizeram rusgas a varias casas de Alterne entre elas a Taverna do Infante.e Granada, embora ambas as casas não estejam mais na posse do Vice do F.C. Porto o mesmo continua a actuar dentro das casas como responsável pelas mesmas.
Durante a rusga as autoridades encontraram um total de 27 mulheres escondias nos locais mais estranhos que se possa imaginar desde uma arca frigorifica, armários de produtos e até dentro de caixotes do lixo.
A operação levada a cabo pela PSP e SEF visitou de surpresa várias casas de alterne, mas as que reuniram maiores indícios de ilegalidade foram Granada e Taverna do Infante na Ribeira do Porto , foi aliás nesta casa de alterne que as autoridades encontraram os maior resistência tendo inclusive de recorrer ao arrombamento de portas e tiros para o ar.

No momento das operações Reinaldo Tele o Vice Presidente do Porto estava presente, tendo assumido a postura de responsável pelas casas.

Do total de mulheres identificadas  (27) cerca de 10 ou mais o SEF concluí que estavam ilegais no País, tendo o SEF dado um período de tempo para abandonarem o País.

Segundo informações recolhidas o SEF desconfia de fuga de informação, tendo Reinaldo Teles sido informado a tempo de que a PSP e o SEF fariam rusgas a casas de alterne nessa mesma noite proporcionando assim a possibilidade de fuga a várias mulheres ilegais, pelas contas das autoridades em ambas as casas Granada e Taverna do Infante trabalham mais de 100 mulheres estando a grande maioria em situação ilegal.
foi ainda adiantado que  a postura de Reinaldo Teles perante o SEF foi de total arrogância e desrespeito chegando inclusive a ameaçar os agentes.

Mais uma vez os mesmos de sempre envolvidos em casos ilegais, se em um qualquer país civilizado do Mundo o suposto responsável iria imediatamente preso, e seria levado a tribunal, por tráfico de mulheres, apoio à prostituição e apoio à imigração ilegal.

Lyon 2-0 Benfica

Punidos mais uma vez pela desconcentração na Liga dos Campeões que como tive oportunidade de dizer no jogo anterior frente ao Shalke, erros que se pagam caros e reduzidos a dez complicam a qualificação para os oitavos de final.

O Lyon que seria o adversário mais forte do nosso grupo dominou a partida desde inicio aproveitando os passes errados um deles o C.Martins que perdeu a bola na "zona proibida" e Gourcuff faz a assistência para o Bastos que centra para a cabeça de Briand dando o 1 para os da casa.
Sentimos o golo e pouco ou nada se fez. Ficou por assinalar um livre sobre o Aimar mas não vou entrar por ai,mas que  houve, houve!!
Já a terminar, infantilmente o Gaitan já com um amarelo e sem a bola agarra a camisola do Réveillèr e é expulso condicionando assim toda a forma de jogar para uma possível reviravolta.

2ª Parte foi mais do mesmo, o Lyon a gerir acabou por marcar novamente.
No meu ver o melhor do Benfica foi mesmo o Roberto - Aquela defesa fenomenal no livre de Gourcuff.Depois dele só o Coentrão e Luisão que estiveram melhor mas a equipa não funcionou como um todo dificilmente ia conseguir subir.Em vantagem o Lyon acalmou o caudal ofensivo e o único lance que levou algum perigo foi o canto em que o Javi cabeceou por cima.

Resumindo está tudo em aberto, resta ajustar as contas com os gauleses e com os alemães na Luz mas não a jogar desta forma.

Força Benfica

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Olympique Lyonnais vs Benfica, Antevisão do Jogo


 Dia grande, dia de Benfica na Champions, uma competição que já vencemos por 2 vezes, tendo perdido outras 5 finais, contabilizando um total de 7 finais na competição.
Jesus fez a previsão do jogo e falou em vitória, pois concordo com Jesus, ao contrário do que se fala, há que ter cuidado com as palavras e afins, a verdade é que o Benfica entra em qualquer campo do Mundo sempre com a cabeça na vitória pois se a equipa entrar em campo já a pensar no empate então ai a derrota é quase certa, qualquer grande equipa tem de entrar para vencer. 

Sim há que encarar o jogo com toda a humildade e respeito pelo adversário, até porque a equipa do Lyon é como se sabe uma equipa calejada nestas andanças.
Sobretudo há que saber entrar em campo, preenchendo os espaços e jogar um futebol de pé para pé, ao 2ç toque, receber a bola e passa-la ao companheiro mais próximo de forma a criar um carrocel ofensivo e criar os de chamados desiquilibrios nos espaços vazios lá na frente.

É certo que Roberto estará na baliza, em abono da verdade Roberto tem vindo consideravelmente a subir de forma e a ganhar confiança depois de um inicio menos bom. Roberto já vai conhecendo as rotinas da equipa e principalmente da defesa transmitindo dessa forma mais confiança à equipa.
No quarteto defensivo estarão; Super Maxi, embora Maxi ande um pouco aquém daquilo que é capaz, acredito que irá voltar á tarimba que nos habituou, para bem da equipa espero que seja já hoje. 

A dupla Luisão David Luiz está de pedra e cal, Luisão o patrão da defesa tem vindo a fazer grandes jogo, transmitindo consistência e confiança quer à defesa quer à equipa, inclusive tem vindo a marcar alguns golos importante. Já David Luiz está um pouco abaixo daquilo que lhe vimos fazer a temporada passada, embora ache que toda a equipa teve um início menos bom no campeonato, e isso acabou por se reflectir em alguns jogadores da equipa, embora por vezes o David corra riscos desnecessários e perdas de bola absurda como contra o Schake 04, certamente vai querer fazer muito melhor hoje. Coentrão é aquilo que todos nós sabemos, ainda recordo muitos que criticavam Jesus quando o metia a def. esquerdo e defendiam que deveria jogar na frente, hoje em dias as criticas desses mesmo é que Coentrão rende melhor atrás. jogue atrás ou à frente, Coentrão habituou-nos a altas rotações e tem sido um dos mais decisivos esta época, seja atrás ou à frente a verdade é que as suas explosões em velocidade tem dado bons frutos.

Acredito que Aimar terá a função de pautar o jogo da equipa, tendo como companheiro mais directo Carlos Martins e em funções mais defensivas estará Javi Garcia, que será um dos pendolos da equipa, quer no apoio à defesa quer no apoio ao ataque, é certo que Javi não sabe jogar mal, para além de saber e muito bem posicionar-se em campo é um jogador que não complica, libertando sempre a bola de forma limpa e pronta a jogar ao colega mais próximo.

Aparecem-nos na frente um trio Sul Americano, Gaitan, Saviola e mais à frente Kardec, Gaitan certamente irá jogar mais encostado a uma das linhas, caindo mais para a esquerda, embora possa aparecer algumas vezes à direita com troca com Martins ou Aimar, Ficando Saviola a jogar um pouco mais recuado em relação a Kardec mas também aparecendo na área de finalização vindo detrás, podendo desta forma usar a sua principal arma, a velocidade e capacidade de desmarcação.
Kardec será a referência no ataque substituindo Cardozo. Kardec marcou 2 golos no último jogo o que certamente será uma dose de confiança para um avançado que não é o titular, Kardec terá uma das missões mais dificeis, que é abrir a frente de ataque, criando desta forma os espaços vazios na área para as entradas detrás de Saviola, entre outros e tentando também nos espaços vazios criados ser servido pelos companheiros e marcar golos.

Terá de ser um Benfica pragmático, entrar com confiança e saber ler o jogo, procurando falhar o mínimo de passes possíveis e bloquear as investidas do Lyon e na posse da bola sair em velocidade para o ataque nunca descurando a segurança da equipa e a defesa.


Sinceramente acredito na vitória, até porque como disse anteriormente temos de entrar sempre para vencer, seja na Luz ou na China, o nosso destino é vencer e quanto mais cedo garantirmos a qualificação mais confiança a equipa terá e desta forma podemos encarar o campeonato com outra confiança.

Equipa Provável
Gr: Roberto
D. Dr. Maxi Pereira
D. Eq: Fabio Coentrão
Centrais: Luisão e David Luiz
Meio Campo: Javi Garcia, Carlos Martins e Pablo Aimar
Ataque: Gaintan, Saviola e Alan Kardec.





terça-feira, 19 de outubro de 2010

FIFA , A Corrupção no Futebol, e o Apoio à Ditadura em África

Monrovia, Libéria, 23 novembro, 1999. O presidente da FIFA Sepp Blatter é homenageado pelo presidente da Libéria Charles Taylor - actualmente a ser julgado em Haia por violar os direitos humanos.

Taylor é acusado de assassinato, mutilação, tortura, sacrifício humano, canibalismo, usando mulheres e crianças como escravas do sexo, sequestrou adultos e crianças, forçando-os a trabalho escravo e obrigando-os a lutarem... tendo inclusive enterrado mulheres grávidas vivas na areia.

Taylor estava muito honrado por homenagear Blatter que lhe concedeu imediatamente a maior condecoração da Libéria, a ordem Humana da Redenção Africano a Blatter - que actualmente omite esta condecoração da sua lista de ridículas condecorações

No momento da viagem de Presidente Blatter à Libéria, o registro das atrocidades cometidas pelo Presidente da Libéria era bem conhecido no Mundo inteiro.
No entanto isso não preocupou Blatter; pois Blatter faria tudo para conquistar votos para se reeleger, não importava de onde e de quem provinham esses votos.

Blatter visitou Monrovia para agradecer ao Presidente da Libéria, o seu voto nas eleições anteriores da para presidente da FIFA. e pedir novamente o voto de Libéria na eleição seguinte.

Blatter ajudou desfazer a imagem de ditador e agressor dos direitos humanos que o Mundo inteiro tinha de Taylor. O favor foi devolvido pouco tempo depois quando o genro do Taylor, Edwin Snowe, o Presidente da Federação de futebol da Libéria, fez campanha por Blatter para que ele se reelege-se em 2002 (ver o capítulo 22 de Foul!)

Quando Taylor foi afastado do poder, Edwin Snowe o teve de fugir da Libéria à pressa.
Quem pagaria a fuga? A FIFA . A Libéria fustigada pela pobreza teve uma concessão anual de FIFA de $250.000.
Foi permitido a Edwin que metesse esse dinheiro ao bolso, e fugir para os Estados Unidos.
Nos EUA, Edwin matriculou-se na Universidade de Denver para estudar Eventos de Entretenimento e Administração de Desportos.

Como se pode justificar este roubo a um povo pobre e fustigado por guerras?
O porta voz de Blatter, Andreas Herren anunciou feliz que a FIFA era sentia feliz por pagar a Edwin e ainda se sentia orgulhosa por pagar os seus estudos nos EUA.

(Por vezes na vida há justiça depois de uma vida de mentira de Blatter.
Herren sentia que tinha direito um emprego superior, quando o chefe de meios de comunicação Markus Siegler lhe mostrou a porta da rua.
Herren sentiu-se ultrajado quando não conseguiu o emprego

Quando Edwin voltou à Libéria voltou as costas ao desporto aos seus estudos caros e tornou-se no dono da Companhia de refinaria de petróleo da Libéria.
Desde então ele é acusado de roubo e pilhagem.

As Nações Unidas desde então proibiram Snowe de viajar, alegando que ele ajudou e financiou Charles Taylor a fugir do País e no exíligio politico




Fonte: Andrew Jennings
traduzido de Inglês para Português

Entrevista ao Jornal da Gloriosasfera


Esta semana coube-me a honra de ser entrevistado pelo Jornal da Gloriosasfera.
Foi com um enorme orgulho que dei esta entrevista, não só por o blog ser muito recente mas também pela distinção e honra de ser entrevistado por um jornal que eu considero importante.
Desde já deixo o meu muito obrigado ao Manuel que tem por excelência um blog que sigo há já bastante tempo e nada nos deixa mais orgulhosos por sermos entrevistados por alguém que admiramos inicialmente pela qualidade dos seus posts e pela amizade que agora floresce e se tem vindo a cimentar, por algo que nos uniu, sim é o que vocês estão a pensar o amor a um clube único no Mundo e que a cada dia nos faz sentir mais e mais orgulhosos de pertencermos a esta enorme família que não conhece fronteiras está presente em todos os Continentes, Países e cidades do Mundo o Sport Lisboa e Benfica.

A Entrevista do Blog:

Como surgiu a ideia de criar o blog?
A ideia surgiu-me quando comecei a ler blogs. No entanto, ainda não tinha a maturidade suficiente para me dedicar à escrita e defesa do Benfica.
Até que começou esta época e a enorme campanha contra o Benfica. Uma das situações que mais me enervou foi o que fizeram ao nosso guarda-redes Roberto, tendo em várias ocasiões ouvido até Benfiquistas a malharem nele. Depois vieram os maus resultados, as roubalheiras que todos conhecemos e resolvi então meter mãos à obra e tentar de alguma forma defender o Benfica.
Vivemos uma excelente temporada na época passada em que fui a todos os jogos na Luz e como Benfiquista não penso que devemos estar com o clube apenas nos bons momentos, mas acima de tudo estar com o Benfica e defender o Benfica nos momentos menos bons, sendo a criação do blog a melhor forma que encontrei para defender o Benfica.

Porquê a escolha deste nome para o blog?
O nome “Avante P’lo Benfica” nasce em homenagem ao hino original do Benfica “Avante, Avante p’lo Benfica” escrito pelo nosso ex-presidente Félix Bermudes, que posteriormente foi banido por Salazar.

Como descreve o blog?
É um blog que procura falar de tudo um pouco sobre o Benfica, seja do passado, do presente ou do futuro, sempre em defesa do Benfica. Pretende também falar um pouco de futebol do Mundo, tendo até um blogger residente no Brasil que fala em geral do Campeonato Brasileiro, por sinal um grande Benfiquista.

Mudou alguma coisa na sua vida depois da criação do blog?
Mudou sim em alguns aspectos.
Antes, dedicava muito tempo a ler blogs Benfiquistas, actualmente tenho menos tempo para os ler, até pelo conteúdo dos meus posts que necessitam de algumas horas para investigar e pesquisar determinados assuntos, mas infelizmente quanto mais longe no tempo for a pesquisa, menos conteúdos de informação existem o que me leva a demorar algumas horas a reunir toda a informação que necessito para alguns posts, sobretudo posts que tenham a ver com a corrupção nos anos 80/90 e ainda sobre o tempo da ditadura.

Qual o melhor momento que passou com o blog?
O melhor momento foi quando apareceu na Gloriosasfera, sendo uma surpresa para mim ver um post do blog na Gloriosasfera porque não o esperava uma vez que nem tinha lá inscrito o blog. Depois da Gloriosasfera as visitas e leitura dos posts do blog dispararam lá para cima.

E o pior?
O pior momento foi ter de escrever um post sobre a derrota do Benfica na Alemanha contra o Schalke 04. Confesso que quando perdemos fico mesmo chateado e só consegui escrever sobre o assunto 2 dias depois da derrota.

E como Benfiquista, qual o melhor momento que passou?
Como Benfiquista... foram tantos, poderia enumerar vários momentos, mas houve um que de facto me marcou, talvez até pela distância e pela carga emocional que vivia na minha vida pessoal. Estava na Venezuela em serviço e o Benfica jogava contra o Manchester United para a Champions. Lembro-me que nesse dia me escapei do trabalho antes da hora, fui a correr para casa e quando cheguei já perdíamos por 0-1, mas logo a seguir, golo do Geovanni e depois o do Beto. Corri pela casa aos gritos e a festejar, foi um jogo que me marcou pela distância a que estava de Portugal e em que o Benfica era o meu meio de ligação ao País pois as saudades da família já eram imensas.

E o pior?
A eleição de Vale e Azevedo e a longa travessia no deserto de 11 anos sem vencer o campeonato, mas apesar de tudo isso estava sempre no estádio.

Onde e como celebrou a conquista do 32° campeonato ganho pelo Benfica?
Divide-se por 3 partes, o nervosismo antes de entrar no estádio onde cumpri o meu ritual de chegar atrasado, sempre que cheguei atrasado vencemos. Comemorei no estádio e chorei de alegria com a conquista em plena Luz até porque não me recordava de vencer um campeonato na Luz. Depois fui comemorar em casa da minha namorada... casa de Sportinguistas, mas felizmente consegui desviá-la para a nossa Causa, e depois como não podia deixar de ser, fui para o Marquês festejar com os nossos, foi linda a maré Vermelha, o nosso autocarro com os nossos heróis a fazer a festa com todos nós. Fiquei até ao fim quando a polícia nos começou a dispersar.

Qual a sua opinião sobre o estado do futebol português, em particular, no que diz respeito ao Benfica?
O estado do futebol em Portugal é o estado do País, um verdadeiro estado de falência e mergulhado na corrupção. Todos nós sabemos que depois destes autênticos roubos de início de temporada a quem está entregue o campeonato, aliando a revelação das escutas do Apito Dourado tiramos a ilação de que até a justiça seja ela desportiva ou civil andam todos a mando do mesmo, caso disso é o facto de um Juiz se ter vendido por uns bilhetes para o jogo do grémio corrupto.

Qual a sua opinião sobre a comunicação social desportiva nacional?
A comunicação social é a mesma do estado do País, o sistema conseguiu colocar pseudo jornalistas em lugares chave da nossa comunicação social que defendem sempre os mesmos. É uma comunicação social que anda ao sabor das vontades do FC Porto.
Convivo diariamente no restaurante dos meus pais com jornalistas afectos ao F.C. Porto que foram colocados em cargos chave dos principais jornais do nosso País.

Quais as suas previsões para a época 2010/11? (Liga, Taça da Liga, Taça de Portugal, Liga dos campeões)
Embora à partida o campeonato possa estar entregue aos mesmos de sempre, tenho a certeza de que iremos até ao fim e só conseguirão desviar-nos da vitória final se a arbitragem continuar como tem estado. Um exemplo disso é a equipa estar carregadinha de amarelos e tenho a certeza de que iremos ao Dragão desfalcados.
Já em relação à taça da liga, sou a favor da não participação do clube, é necessária uma posição de força por parte do Benfica e a taça da liga sem o Benfica perde importância e acima de tudo verbas, ou seja estamos a tocar onde mais lhes dói, no bolso.
Quanto à Taça de Portugal, tenho saudades da festa da taça, tenho saudades da nossa ida ao Jamor. Se respeitarmos todos os adversários e levarmos a sério a taça temos tudo para a vencer.

Costuma acompanhar as camadas jovens e outras modalidades do Benfica?
Infelizmente já acompanhei mais, inclusive quando fiz parte do departamento de prospecção de jogadores do Benfica, mas as constantes mudanças de país afastaram-me um pouco das camadas jovens, embora pense voltar a seguir as camadas jovens assim que terminar o curso de treinador - nivel I.

O seu blog faz parte da Gloriosasfera. Costuma visitar? Qual a sua opinião?
Já sigo a Gloriosasfera há algum tempo, foi uma ideia excelente onde se reúnem todos os blogs que lutam pela causa Benfiquista, onde podemos ter acesso de forma facilitada a todos os blogs e segui-los em tempo real.

Tem alguma sugestão a apresentar para a melhorar?
De momento não tenho nenhuma.

Vai aderir a alguma iniciativa que conste do recente comunicado da direcção do Benfica?
Sim, irei aderir a todas porque há que lutar pela verdade desportiva e o Benfica ao longo dos anos tem sido de longe o mais prejudicado de todos os clubes.

Acha que os adeptos do Benfica deviam criar formas de luta pela verdade desportiva?
Acho que sim. Lembro-me que há mais de dois anos surgiu na blogosfera a ideia que agora a direcção sugeriu, de deixar de irmos aos estádios onde o Benfica vai.
Outra forma de luta é por exemplo a que a Gloriososfera teve ao enviar um e-mail para o sr. Andrew Jennings que é um repórter de investigação e que tem uma série de trabalhos já publicados onde escreve sobre a teia de corrupção que envolve a FIFA. São ideias como estas que mais cedo ou mais tarde irão ajudar a repor a lei no desporto nacional, principalmente no futebol.

Penso que seria interessante uma reunião dos blogguers que quisessem e pudessem participar para estudar outras formas de luta.

Que mensagem deseja endereçar aos Bloguers Benfiquistas?
Desejo que todos continuem a apoiar o Benfica, que continuem a sua luta pela verdade desportiva, pois o estado em que tudo se encontra não poderá durar para sempre, nem que para isso tenhamos um dia de cerrar fileiras e fazer um 25 de Abril no futebol Português para acabar com a impunidade que nele grassa.
Continuem a lutar pelo Benfica, apoiem todos os atletas, apoiem a direcção neste momento delicado, esqueçam de uma vez por todas as guerras internas, os que discordarem da actual política directiva que mostrem o seu desagrado nas eleições.

Um abraço a todos os Gloriosos Benfiquistas e o meu obrigado por tudo o que o Benfica me tem dado.

E PLURIBUS UNUM!

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Estado Financia a Corrupção e Adultera a verdade Desportiva.


Estado Financia a Corrupção e Adultera a verdade Desportiva.

Hoje o tema a desenterrar é o da construção do Centro de Estágio do F.C. Porto obra essa suportada na totalidade pelo erário público, resumindo, toda a obra foi paga com o dinheiro dos nossos impostos, mais uma vez o Estado que deveria combater a corrupção ajudou com o dinheiro do povo Português a fomentar a Corrupção.

A Câmara Municipal de Gaia gastou mais de 16 milhões de Euros para oferecer o centro de estágio ao F.C. Porto, a investigação foi levada a cabo pelo Ministério das Finanças, tendo concluído que foi gestão danosa para a autarquia.

Luís Filipe Menezes, enquanto presidente da Câmara de Gaia, ofereceu ao F.C. Porto o Centro de Estágios do Olival/Crestuma. Os custos foram todos suportados pelo município de Gaia e foram orçados em mais de 16 milhões de Euros dinheiro esse que veio directamente dos cofres públicos.

Como se não fosse o bastante o F.C. Porto recebeu ainda de borla os direitos de exploração da superfície por um período de 50 anos pagando uma renda irrisória de 500€ mensais. Do nada e surge no contrato de concessão do centro de estágio que caso o F.C. Porto se farte de usufruir das instalações poderá rescindir imediatamente o contrato em que dai advenham qualquer tipo de compensação para a autarquia, Autarquia essa que ficaria em mãos com um autêntico elefante branco, pois a própria câmara admite que teria imensas dificuldades em comportar os custos do centro de estágio conforme admite em documento.

São estas as principais conclusões de um relatório da auditoria das Finanças à Câmara Municipal de Gaia que visa sobretudo a gestão de Menezes e as parcerias com a SAD

Corrupta.

As ilegalidades tal como as irregularidades em todo o processo detectadas pelos inspectores, revelam que são de uma péssima gestão e que trás um sem número de dividas que Gaia terá de suportar.

Posto isto o mesmo ministério das Finanças enviou o relatório de contas para o Ministério Público imaginem de onde… os mesmo que encaixotou partes do apito Dourado, esse mesmo o Ministério Público do Porto.

Tudo começou em 99, com as fundações Portogaia e Gaia Cidade d’Douro, através das fundações foram enviadas as verbas para a construção do Centro de estágio, segundo o relatório do Ministério das Finanças as fundações nem deverias existir por serem totalmente ilegais.

Nesse capítulo, o Ministério da Administração Interna à época o ministro era o sr. Fernando Gomes, ex presidente da Câmara do Porto que tantos favores lhes tinha prestado, segundo avançou o Ministério das Finanças o comportamento do MAI dói decisivo mas incompreensível. Considerou o MAI á época que a Portogaia, fundação da qual o F.C. Porto detinha a maioria, tinha património suficiente para os fins propostos, apesar do seu financiamento certo e regular ser proveniente da Fundação Gaia Cidade d’Ouro, a qual não tinha personalidade jurídica e cujo reconhecimento viria a ser chumbado, mais tarde, pelo próprio ministério.

À época, o titular da pasta era Fernando Gomes, ex-presidente da Câmara do Porto, um dos notáveis da família portista . É do seu ministério que saem as decisões feridas de ilegalidade, de acordo com o relatório. Mas já não é do seu tempo o «chumbo» da fundação mais problematica. Esse surge apenas em finais de 2002. Já depois de fundação ter sido declarada... extinta.

«A vida que fervilha à volta do quotidiano do FC Porto» foi um dos argumentos invocados por Menezes para justificar o investimento. Estudos técnicos sobre o impacte do Centro de Estágio, não houve. «De qualquer espécie», sublinha-se. A IGF entende que sairia mais em conta a escolha de um clube de Gaia para a parceria.

Mas a autarquia escudou-se na experiência do FC Porto para justificar a escolha.Tudo pelo dragão O Centro de Estágio consumiu mais de 16 milhões de euros de dinheiros públicos, entre terrenos e obras. A IGF descobriu, entre outras coisas, que o avaliador dos terrenos não tinha estatuto para o fazer, incorrendo em responsabilidade criminal.

E que não se justificava o interesse público ao abrigo do qual se efectuaram as expropriações urgentes. Como se não bastasse, a garantia do empréstimo contraído pela Portogaia foram os próprios terrenos cedidos ao clube. Outra ilegalidade.As próprias obras foram adjudicadas sem concurso público. De resto, a autarquia, apesar de representada na fundação, «prescindiu da capacidade de influenciar decisões importantes».

Em todo o processo, o interesse público foi subordinado aos interesses do FC Porto. «Todos os riscos financeiros ficaram do lado público, especialmente o risco de expropriações, o risco de construção e o risco financeiro», lê-se. Mas os lucros da exploração do Centro de Estágio, se os houver, serão sempre para os cofres das Antas.

A Câmara não criou sequer uma estrutura de acompanhamento e controlo da parceria com o FC Porto, SAD. Ou seja, aparentemente nunca se preocupou em fiscalizar a aplicação de dinheiros públicos.Nem mesmo as contrapartidas sociais, escolares e desportivas para os cidadãos de Gaia estão garantidas. Os interesses da população são defendidos «na medida do possível» e se não colidirem com as prioridades do FC Porto. Nem o protocolo assinado já em 2003 compensa isso.

Para IGF, «outros parceiros garantiriam uma maior fruição do equipamento pela população escolar, pelos mais jovens e pelos estratos socialmente mais carenciados». Este processo configura, pois, «um inequívoco apoio a um clube desportivo». E os «dragões» até podem, já amanhã, deixar o espaço, sem que a autarquia seja ressarcida.

Contraditório e críticas Menezes, no contraditório enviado à IGF, contesta a maior parte dos argumentos do relatório, alegando haver erros grosseiros, contradições e omissões. O município, defende-se, «tem pautado a sua conduta com observância e pleno respeito pelas regras e princípios orientadores da eficaz e eficiente gestão pública».

O autarca considera que a utilização do Centro de Estágio pelo FC Porto é, por si só, «determinante para o desenvolvimento económico e social de uma área desertificada do concelho». E esgrime a seu favor o facto de uma auditoria da Inspecção-Geral da Administração do Território (IGAT) considerar «arrojado e inovador» o projecto com o FC Porto, SAD, não tendo detectado ilegalidades na criação das fundações e nos compromissos financeiros assumidos.

A IGF rejeitou a esmagadora maioria das justificações de Menezes.O PS, por seu lado, condenou o autarca. Depois de denunciar, por diversas vezes, aquilo que considera «uma má gestão de dinheiros públicos», o vereador Barbosa Ribeiro - sócio do FC Porto, por sinal - espera que o Ministério Público venha sustentar a responsabilidade penal pelo sucedido.

Fica a pergunta, porque o estado não tratou da mesma forma Sporting e Benfica, abrindo os seus cofres ao Sporting e Benfica para financiarem a obra, ao contrário de outros, que pelas benesses puderam canalizar os vários milhões para contratação de jogadores, cafés com leite.

Desta forma toda a verdade desportiva foi adulterada, pois o estado ao financiar e pactuar com toda esta situação apenas beneficiou o F.C. Porto desfogando-lhes as finanças e em contrapartida obrigou Benfica a Sporting a financiarem-se junto da banca para a construção dos seus centros de estágio contribuindo ainda mais para o acumular de dividas dividas dos dois grandes de Lisboa, assim como a Liga, FPF, Árbitros, Justiça, MP também o estado contribuiu para este estádo de sítio e total descredibilização do Futebol em Portugal.


Fontes de Pesquisa:

Revista "Visão"

Ministério das Finanças.